Hoje começa um novo ano, no qual teremos 365 dias recheados de oportunidades para fazer a diferença, para mudar aquilo que não nos agrada, para ajustar o que é preciso e tirar os sonhos do papel para torná-los realidade.

Te incentivo a parar para refletir sobre o seu papel enquanto mãe. Qual a forma como vem vivendo a maternidade? Como tem se sentido ao educar seus filhos? Está satisfeita? Sente que está fazendo um bom trabalho? O que poderia ser melhorado? Quais são seus maiores desafios?

Quando você pensa na missão de formar e educar seus filhos, como você se sente?

Em 2017 tive o privilégio de apoiar muitas mamães que se sentiam culpadas, frustradas e perdidas com a forma de educar os filhos. Se achavam péssimas mães por não conseguirem dar conta de todas as tarefas, por não conseguirem conciliar maternidade com trabalho e casamento e também por não sentirem que estavam criando os filhos como gostariam.

Acontece que, com essa Era Digital, somos frequentemente bombardeadas de informações – que muitas vezes são até contraditórias – e por isso fica difícil mesmo saber qual caminho seguir… Cama compartilhada ou cada um no seu quarto? Bater ou não? Cantinho do castigo funciona? Ignoro as birras e deixo chorando ou pego no colo e converso? Enfim… são tantos desafios, tantos palpites, tanta gente querendo dizer o que deve ser feito, que é totalmente compreensível que muitas mamães fiquem sem saber o que fazer…

Mas o que eu quero que VOCÊ saiba é que não precisa ser assim, que existe um caminho e uma maneira de encontrar paz, equilíbrio e realização nesta tão importante missão de educar os filhos.

Este caminho é o AUTOCONHECIMENTO. Acredito verdadeiramente que dentro de cada uma de nós, dentro de VOCÊ existe todo um potencial a ser despertado para que você se realize enquanto mãe, enquanto pessoa. Nesta jornada do autoconhecimento, ao olhar para si, você terá a oportunidade de desconstruir alguns conceitos, de ressignificar algumas experiências e desenvolver habilidades que são importantes para construir uma vida feliz, para você e para sua família.

Só conseguimos mudar em nós aquilo que temos consciência, por isso te convido a escrever 3 objetivos que você quer alcançar este ano. Pense no que fez em 2017 e o que você gostaria que tivesse sido diferente. Pode ser que você queira voltar ao mercado de trabalho, ou, então, ter mais tempo para si. Pode ser que você queira mudar a forma como vem educando seu filho, ou estabelecer mais diálogo, cumplicidade e respeito entre os membros da família… Não sei exatamente o que você quer alcançar!

Muitas vezes vivemos no automático, agimos no impulso e não paramos para refletir sobre o porquê das nossas decisões. Lembre-se “a consciência é a chave da mudança” e, para encerrar este texto, deixo um convite:

Vamos juntas viver 2018 com um maternar mais tranquilo?

Com carinho, Aline.