5 dicas de como gerenciar o tempo com qualidade

Muito se fala sobre o tempo, ou melhor, sobre a falta dele. Parece que nunca temos tempo o suficiente para fazermos tudo o que precisamos e o que queremos… Observo as pessoas sempre correndo, se movimentando, se atrasando, se queixando de não dar conta de tudo o que gostaria. O fato é que existem muito mais atividades e oportunidades no mundo, do que tempo e recursos para investir nelas. Acredito que se o tempo fosse vendido no mercado, as prateleiras estariam sempre vazias, pois seria o produto mais consumido.

A questão é que, na verdade, o tempo é uma tríade composta por atividades importantes, urgentes e circunstanciais. Saber o que significa cada uma delas e, principalmente, saber identificar onde se encaixa cada tarefa que precisamos realizar, nos permite ter mais clareza e usar o tempo a nosso favor.

Atividades importantes são aquelas que fazemos e que são relevantes em nossa vida, trazendo resultados a curto, médio e longo prazo. Coisas importantes têm prazos de execução e nunca são urgentes.

Urgentes são aquelas tarefas para as quais o tempo está curto ou se esgotou. Geralmente causam estresse e são imprevistas, tais como um relatório de última hora, uma reunião inesperada, problemas de saúde, etc.

A esfera circunstancial abrange as atividades desnecessárias e que acabam roubando o nosso tempo, já que não nos leva a lugar nenhum e não nos traz nenhum resultado, por exemplo: redes sociais, jogos online, TV, reuniões sem propósitos, conversas desnecessárias, entre outros.

O que acontece é que, neste mundo das oportunidades, acabamos perdendo a capacidade de filtrar o que é importante e o que não é. Acabamos jogando tudo no mesmo “saco” e todas as tarefas se tornam urgentes!

Mas o que fazer, então?

Vou listar aqui alguns passos que acredito que possam te ajudar a gerenciar seu tempo:

  1. Talvez o primeiro passo deva ser aceitar que não podemos ter tudo e nem fazer tudo.
  2. Ter consciência de que podemos escolher o que fazer ou não fazer. Esta consciência é importantíssima, pois quando abdicamos da nossa capacidade de escolher, alguém sempre acaba escolhendo por nós e, assim, nosso tempo é preenchido por atividades que são importantes para as outras pessoas.
  3. Faça uma lista de tudo o que você precisa fazer, de todas as tarefas que você tem, todas as pendências, das mais simples, até as mais complexas, sejam elas tarefas de casa, do trabalho, sociais, TODAS.
  4. Depois de todas as tarefas listadas, separe-as em quatro grupos:
1) Muito importante e pouco urgente 2) Muito importante e muito urgente
3) Pouco importante e pouco urgente 4) Pouco importante e muito urgente  

5. Analise o quadro acima e repense sobre suas atividades. No quadro 1 estão as tarefas que devem ocupar sua agenda; no quadro 2 estão as atividades que geram mais estresse, pois além de importantes, elas são urgentes. Estas são as atividades que devem ser feitas agora. No quadro 3 estão as tarefas que podem ser descartadas, pois não são nem importantes, nem urgentes; por último, no quadro 4 estão as tarefas que podem ser delegadas, pois não são tão importantes, mas são muito urgente.

Gerenciar o tempo não é tarefa fácil, mas é essencial para que tenhamos mais qualidade de vida. Experimente fazer este exercício, com certeza ele te ajudará a se organizar melhor.

Você também pode buscar ajuda profissional, sabia que o Coaching é um método muito eficaz para te ajudar a ter mais clareza sobre suas tarefas e organizar melhor sua rotina?

Com carinho,

Aline Cestaroli.

 

Leave a Reply